A infância em toda sua plenitude

É  importante olhar para a criança como uma semente que carrega em si todo potencial de tornar-se àquilo no qual se destina, e assim preservar aquilo que já existe, incentivando a autenticidade e a espontaneidade de cada um ser o que é em sua essência. Para tanto, deve-se estimular o contato com as imagens  internas e com a subjetividade, reconhecendo e respeitando  potenciais e limites, diferente de como acontece na sociedade atual, que as substituem por imagens externas de como deveria ser, desconsiderando particularidades e diferenças de cada ser humano, massificando, mecanizando e automatizando.

Vivemos uma crise de confiança, uma profunda crise de valores, uma carência de raízes que dêem significado às nossas vidas: é necessário uma re-conexão com nossos sinais internos. Com relação às crianças , a nossa sociedade, a nossa cultura está abafando o seu ser, a sua alma, tirando-lhes a oportunidade de serem elas mesmas.

Cristiane Richter

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s