A Viagem de Chihiro, de Hayao Miyazaki (2002)

Animação japonesa que tem como fonte de inspiração  a junção do folclore japonês com a experiência pessoal do criador. Chihiro percorre o árduo caminho do desenvolvimento psíquico, iniciando sua jornada como uma criança mimada, frágil e apavorada. Sozinha aprende a valorizar  amizade, gratidão, determinação, ética, cooperação e companheirismo.

Em plena mudança, pois acaba de  abandonar sua casa e todos seus referentes para logo habitar uma nova e inédita, Chihiro  perde-se,  perde seus pais e a dependência em relação a eles, adentrando num mundo novo, com novos personagens e alimentos, uma outra linguagem.

Abandona seus medos e o apego aos seus papéis sociais representados pelo nome, é batizada como uma verdadeira heroína, incorporando-se numa dimensão mais profunda e autêntica de seu ser.

Supera inúmeros obstáculos, sempre ajudando e sendo ajudada, para ao final cumprir sua missão numa atitude cheia de segurança e conexão com a totalidade de  sí mesma. Resgata seu nome , agora com o poder de sua essência e não mais vinculados ao seu estado anterior, trata-se portanto de uma nova criança, muito mais preparada para o essencial da vida.

Cristiane Richter

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s