Um Senhor Muito Velho com umas Asas Enormes

Prêmio  Nobel da Literatura e mestre do realismo fantástico, Gabriel García Márques honra a literatura infanto –juvenil nesta obra de 1972.

Uma crítica ao homem, seus grupos e instituições que não reconhecem e tampouco respeitam o sagrado. Um anjo velho e doente caído no quintal  causa estranheza, porém nenhuma compaixão. O aprisionam, como se fosse objeto de uso ( tal qual muitos fazem com os animais), negando-lhe o direito de sentir (medo ou dor, por ex.). Dele buscam extrair tudo, milagres e dinheiro, querem que lhes satisfaçam os anseios e amenizem as dores, mas o que  lhe oferecem em troca é o completo descaso. E quando aos homens, uma nova atração lhes é apresentada para seguir com suas distrações mundanas, o descartam tão levianamente como o trataram. Um retrato da humanidade desconectada do divino, do que nos é superior e transcendente.

Cristiane Richter

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s